Pular para o conteúdo principal

O que é o Bootloader

 O bootloader é o pequeno programa que é executado quando você ligar o Arduino ou pressione o botão de reset. Sua principal função e de carregar um programa do seu computador escrito na IDE para o Arduino, que então escreve na memória do microcontrolador. Isto é importante, porque normalmente quando precisa carregar um programa para um microcontrolador é preciso de um dispositivo especial para gravar esse programa na memória. O bootloader é o que permite programar o Arduino usando apenas um cabo USB.


Porque preciso gravar o Bootloader no Arduino?

Há pelo menos quatro razões pelas quais você pode precisar fazer isso:
  1. Seu Arduino não tem um bootloader nele. Isso pode acontecer se você tiver substituído o microcontrolador com um novo chip. Isto é improvável que seja o caso com um Mini, uma vez que o chip não pode ser substituído, e todos têm o Mini bootloader instalado de fábrica.
  2. Substituir o bootloader existente por um bootloader diferente. O bootloader em Arduinos antes da Diecimila impõe um atraso de 10 segundos após o reset, enquanto aguarda informações do software do Arduino. Este atraso também ocorre quando o Arduino é ligado, ou após a programação. Há outros bootloaders que eliminam esses atrasos, incluindo o bootloader Diecimila, o bootloader Adaboot, o bootloader LilyPad, e outros. Você também pode baixar o código fonte e modificar o bootloader mesmo (veja esta página para mais informações e um link para o código-fonte). Isso é útil se você quiser que o seu projeto comece imediatamente, e especialmente útil se ele recebe dados de forma serial. Se o bootloader recebe qualquer entrada durante a inicialização, ele vai pensar que o software do Arduino está tentando falar com ele, e espera, possivelmente por tempo indeterminado, iniciando seu programa. Aqui está algumas informações sobre bootloaders.
  3. Não use um bootloader em tudo. O processo para substituir o bootloader no Arduino também permite substituir inteiramente, com sua própria aplicação. As vantagens de se fazer isso é que a sua aplicação vai começar imediatamente, e ele vai liberar 2K de memória de programa. A desvantagem é que você não será mais capaz de programar o Arduino via USB - você terá que usar o ISP (pelo menos até substituir o bootloader).
  4. O bootloader existente, de alguma forma corrompido. Isso é extremamente improvável. No entanto, é possível que em algumas circunstâncias a memória flash do Arduino  pode ter corrompido, e você pode não ser capaz de programar o Arduino normalmente. Reinstalar o bootloader pode corrigir esses problemas. É uma espécie de reformatação do disco rígido do seu computador.

No site Arduino.cc você encontra diversas coisas sobre o Arduino, inclusive tutoriais para gravar o bootloader, mas o site é todo em inglês. Futuramente pretendo publicar alguns tutoriais encontrados lá no site oficial, apenas para ajudar quem não tem tanta facilidade com inglês. 

Caso tenha alguma dica para um post basta deixa nos comentários. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Calculadora de código de Resistor SMD

Código do resistor SMD: O código de 3 dígitos:

Por padrão os resistores SMD's vem com 3 dígitos para indicar o seu valor nominal. Os dois primeiros números indicam os dígitos significativos, e o terceiro será o multiplicador. O último digito multiplica por 10 ( quantos zeros serão adicionados depois dos dois primeiros dígitos).
Resistências com menos de 10 ohms não têm um multiplicador. Para indicar é adicionado a letra 'R' entre os dígitos para indicar um ponto decimal. Exemplos de código:
471 = 47 × 101 (10) = 470Ω
102 = 10 × 102 (100) = 1000Ω or 1kΩ
3R3 = 3.3Ω
220 = 22 × 100 (1) = 22Ω (not 220Ω!)


Sensor de Tensão com Ci4n25

Objetivo
Utilizar optoacoplador como sensor de tensão, para detectar o status da lâmpada ou carga e identificar tensão 110 e 220V.

Como usar a Protoboard - Eletrônica Básica

Protoboard é um dos equipamentos mais úteis no aprendizado do técnico em eletrônica. Consiste em uma placa didática composta de uma matriz de contatos que permite a construção de circuitos experimentais sem a necessidade de efetuar a soldagem dos componentes, isso permite que seja efetuada uma série de experimentos com os mesmos componentes inserindo ou removendo os mesmos com rapidez e segurança. A proposta deste texto é desbravar as possibilidades que a protoboard oferece. Como exemplo será descrito a montagem de um circuito para energizar um LED (diodo emissor de luz).


Os bornes de alimentação devem ser conectados a fonte que será utilizada no experimento, porém eles não energizam automaticamente os barramentos de alimentação é necessário utilizar fios para fazer a conexão elétrica entre eles. Os barramentos de alimentação são duas linhas ou colunas indicadas pelas cores azul ( - ) e vermelha ( + ) de pontos de inserção, cada uma dessas linhas tem seus pontos conectados eletricamen…